Cuidado boquinha o que fala.

09 setembro 2013

Tem uma música infantil que diz "cuidado boquinha o que fala". Acho que eu devia ter escutado mais essa música quando criança, quem sabe assim hoje em dia eu evitaria maiores problemas. Eu tenho péssimas manias, mania de ser curiosa, de questionar tudo, de querer tudo na minha hora, de me frustar quando as coisas não saem como eu planejei, mas acho que a pior mania que eu tenho é pensar demais, falar de menos e quando falo ainda me expressar errado. Pode isso Arnaldo?

Esses dias ouvi dizer que comunicação não é o que você diz, mas o que a outra pessoa entende. Esses dias também já falei algumas coisas que -como sempre- sairão errado, e você interpretou da forma lógica, a primeira interpretação que vem na nossa cabeça. Deixa eu explicar o que quis dizer realmente, por favor?

Sabe eu não disse que não esperaria 11 anos por você, porque eu esperaria, acho que valeria muito a pena esperar, mas por um lado eu não conseguiria esperar todo esse tempo entende? Olha, enquanto muitas pessoas por aí se viciam em jogos, novelas, ou até álcool e coisas piores eu me viciei em você, no seu jeito, no seu cheiro, no seu abraço. Logo esperar todo esse tempo pra te ter ao meu lado todos os dias seria uma tamanha tortura. Era isso que eu devia ter dito, era isso que eu queria dizer, mas infelizmente não foi assim que saiu. Me desculpa?

Quando eu disse que um relacionamento só já é trabalho suficiente e de bom tamanho eu não quis te menosprezar, e nem de longe te fazer pensar que eu quero mais alguém, Deus me livre! O que eu quis dizer é que relacionamentos exigem tempo, cuidado, dão trabalho sim e eu estou completamente feliz com o que eu tenho com você meu bem. Eu não preciso de mais ninguém, porque ninguém é capaz de me trazer a paz e a felicidade que você traz, nem os sorrisos. Só você me faz sorrir feito boba de forma automática.

Está vendo? É por isso que eu escrevo, porque quando eu escrevo as palavras saem ordenadas, limpas e tudo faz sentido, eu "digo" o que penso exatamente da forma que penso e sinto, sem confusão. Sem atropelamentos. Por favor, desculpa esse meu jeito atropelado de falar as coisas... De certa forma a culpa é sua, porque eu nem era de expressar meus pensamentos, meus sentimentos, mas com você deu vontade de ser assim só que eu ainda não me acostumei com esse novo jeito de agir. Tenha paciência, prometo que vale a pena.

2 comentários

  1. Ain que saudades daqui, menina!
    Sofro do mesmo mal que você, só sei me expressar direitinho se for escrevendo, ao contrário corro riscos de ser interpretada erroneamente. E ó, no teu texto não houve duvidas de que você ama ele bastantão. (:

    Obs, reabri o blog http://denovomaisumavez.blogspot.com.br/ caso queira saber. rs ♥

    ResponderExcluir
  2. Adorei o seu texto, me vi algumas vezes.
    Principalmente quando diz que se expressa melhor escrevendo rs :)

    Beijos,
    miragem-real.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

 
Almost the Moon, 2013 - 2017 ©. Desenvolvido por Michelly Melo.